Como diminuir os resíduos de agrotóxicos em sua alimentação

Como diminuir os resíduos de agrotóxicos em sua alimentação

Agrotóxico em excesso ninguém quer.. Saiba como reduzir!

1 – Resíduos de pesticidas e outros produtos químicos tendem a se concentrar nos tecidos gordurosos dos animais. Diminuir seu consumo reduz a ingestão de agrotóxicos. Ao preparar qualquer vaca, carne, frango, porco, entre outras procure retirar toda a gordura e pele. Escolha laticínios com baixo teor de gordura; prefira leite desnatado e queijos magros.

2 – Em alguns casos, frutas e legumes podem receber uma camada de cera para que não percam a umidade e murchem. Esta cera também contém substâncias fungicidas e bactericidas para evitar o aparecimento de fungos e de bactérias. Ex. maçãs, pimentões, berinjelas, grapefruits, melões, nectarinas, pêssegos, etc. Para eliminá-la, sempre que possível, descasque legumes e frutas. Você perderá algumas vitaminas contidas na casca, mas em compensação terá uma alimentação mais segura.

3 – Procure usar sempre legumes, verduras e frutas da safra, pois possuirão menos defensivos e hormônios.

4 – Legumes muito grandes, produzidos convencionalmente, podem ser resultado de adubação e estimulantes artificiais.

5 – Dê preferência aos produtos nacionais, ao invés dos importados. Frutas e legumes produzidos localmente não requerem tantos pesticidas como aqueles que percorrem longas distâncias e são armazenados por longos períodos de tempo.

6 – Lave legumes, verduras e frutas numa solução suave e detergente e água pura ou em mistura de água e vinagre. Deixe-os de molho de 15 a 20 minutos e enxague-os cuidadosamente.

7 – No Brasil, dentre os produtos agrícolas que mais recebem agrotóxicos, hoje destacam-se o pimentão, a cenoura, o morango e o abacaxi. No caso da produção de uva Rubi e Itália, em São Paulo, são feitas até 40 aplicações de produtos químicos, da brotação até a colheita.

8 – Os consumidores não devem parar de consumir frutas ou verduras; estas informações se destinam a levar maior conhecimento do que ocorre na produção de hortigranjeira e dar-lhe uma visão mais crítica ao escolher o que vai a sua mesa.

higiene-vegetais

Higienização de hortifruti rotineiros na nossa mesa:

Morango: Deixe de molho em uma solução de uma colher de sopa de bicarbonato para um litro de água por meia hora. Depois, lave em água corrente.

Batata: Lave a casca com escovinha e descasque. Se quiser, deixe de molho em uma mistura de água e bicarbonato (1 colher de sopa de bicarbonato para cada litro de água) durante meia hora.

Tomate:  Lave muito bem com água, detergente e esponja, ou descasque.

Mamão:  Como é uma fruta consumida sem a casca, o risco de ingestão de agrotóxicos é menor. Mas sempre lave a casca antes de cortar o mamão para evitar que o agrotóxico vá para a faca e contamine a polpa.

Verduras: Deixe rúcula, alface, escarola e outras folhas verdes de molho em uma mistura de água e bicarbonato por meia hora (utilize uma colher de sopa do bicarbonato para um litro de água). Depois lave com muita água corrente.

Laranja:  A casca protege o sumo do contato com os agrotóxicos. Basta descascar a fruta para comer.

Maçã: A casca dessa campeã em contaminação guarda a maior parte das fibras que fazem da maçã uma fruta muito saudável. Por isso, lave bem com detergente, água e esponja e deixe de molho na água com bicarbonato, na proporção de um litro de água para uma colher de sopa.

Cenoura: Apesar de assimilar poucas quantidades de agrotóxico, lave com escova em bastante água corrente.

 

Fonte: maisqualidadedevida.com.br